Arquivos

Votação
 Dê uma nota para meu blog

Outros links
 UOL - O melhor conteúdo
 BOL - E-mail grátis




Dom Felipe - Humanas
 


O Sistema Solar - Para os alunos do 6º Ano



Escrito por Professores de Humanas às 23h58
[] [envie esta mensagem
] []





Curiosidade: O tamanho dos planetas do Sistema Solar e outras estrelas



Escrito por Professores de Humanas às 23h36
[] [envie esta mensagem
] []





Cartografia – Maquete Geografia

Maquetes podem ser muito utilizadas em aulas de Geografia. Abaixo tentamos mostrar como construir maquetes a partir de mapas com curvas de nível.

Os passos para a construção da maquete:

- desenhar em folha fina o contorno geral do mapa;

-desenhar no mesmo tipo de folha toda curva de nível de menor altitude

-desenhar em folhas separadas cada uma das curvas de nível mapeadas

-cole cada uma dessas folhas sobre isopor de meio centímetro;

-recorte as curvas do isopor, usando agulha quente

-cole as peças (as curvas), montando o relevo: as curvas de maior altitude sobre as de menor, até o topo das montanhas mais altas;

- cobrir com papel “marchê” (papel toalha ou higiênico aplicados com pincel embebido de mistura cola branca-água) para facilitar a aplicação da massa corrida, que eventualmente pode até ser desnecessária;

-caso ache necessário, passar massa corrida para eliminar os degraus que restarem e depois pintar.

- o trabalho pode ser feito em EVA, papelão ou outro material, o essencial é manter a equidistância e a mesma espessura do material para cada curva.

- calcular o exagero vertical como veremos a seguir.

 

 


Tento ilustrar abaixo: Crie uma paisagem da sua imaginação, abaixo criei uma colina em curvas de nível e vou fazer uma maquete com ela.

Agora copio as curvas: primeiro o contorno geral, que corresponde, aqui, à altitude mais baixa: os 200 metros: em seguida faço cópia da curva subsequente (210 metros); depois as curvas superiores, até a última curva.

 

 

 

 

Colo cada “peça” sobre o isopor ou papelão e recorto peça por peça. Em seguida é colar uma peça sobre a outra (fiz esta de papelão, a de baixo, de isopor):

Volto a insistir que para uma maquete mais realista deve-se eliminar os degraus da colina, suavizando suas vertentes, utilizando para isto massa corrida. Outros preferem deixar como mostrado acima.

Foi uma maquete simples, porém, as mais complicadas  seguem os mesmos princípios, apenas requerem tempo maior de trabalho.

 

 

 

 

Detalhando:

Copie as imagens para seu computador e as imprima. Recorte-as do papel; coloque-as sobre o isopor e recorte-as do isopor. Cole-as:

Esta primeira “prancha” é a base da maquete.

Esta segunda prancha representa toda a extensão do terreno mapeado acima do nível do mar:

 

Agora, prancha de altitudes superiores aos 400 metros, excluir altitudes inferiores ( e assim por diante…):

Agora é colar peça sobre peça…

Faça o acabamento com massa corrida ou com “papel marchê”, capriche nos rios e pronto, é utilizar das maneiras criativas que você sabe (invente as escalas, aumente o mapa original, faça exposições, etc.)

Veja  agora: tentei eliminar os degraus e suavizar as vertentes, colando papel marchê e depois passando massa corrida (massa de parede). Trabalhei na metade direita da maquete para permitir comparações. Agora é só pintar.

 

 

 



Escrito por Professores de Humanas às 22h56
[] [envie esta mensagem
] []





Pintarei a metade em que passei massa corrida e mostrarei aqui. Aguardem.

Eis ai, a parte pintada da maquete. Pintei com guache e passei cola branca depois de seco, o que deu o brilho.

Agora tenho que desenhar os rios…

EXAGERO VERTICAL EM MAQUETES

Fazer maquetes é muito interessante e tudo mais. Um aspecto que não pode ser deixado de lado, contudo, é a existência do exagero vertical em qualquer maquete que se construa notadamente naquelas que representam continentes, países, estados ou regiões.

Os nossos alunos têm que saber o que acontece: se faço uma maquete de uma região a partir de um mapa de escala 1:4 000 000 obviamente a escala horizontal da maquete será a mesma.  Todavia, com a escala vertical ocorre diferente: a escala vertical dependerá do material que for usado para a  confecção da maquete. Suponha que a equidistância entre as curvas de nível desenhadas e utilizadas na maquete seja de 200 metros. Se eu uso, como é de minha preferência, placas de isopor de 0,5 cm para representar os níveis de altitude, terei o seguinte: 0.5 cm representa 200 metros, logo, um centímetro representa 400 metros. Então a escala vertical será de 1: 40 000 (Lembrar que 400 metros é igual a 40 000 centímetros).

Compare: escala horizontal: 1:4 000 000

Escala vertical: 1:40 000

Ora, vê-se que a escala vertical é muito maior que a horizontal. Daí o dito exagero vertical. No nosso exemplo o exagero será de:

4 000 000 /40 000  = 100

Exagero vertical igual a 100 vezes.

Se a escala vertical utilizada fosse igual à escala horizontal, não haveria exagero, em compensação não haveria maquete. Não existem placas de isopor ou folhas de papel finas o suficiente para representar a altitude de 200 metros na escala 1:4 000 000. Ou seja, se em uma escala 1:4 000 000 cada centímetro  corresponde  a 40 000 metros, então, 200 metros deveriam ser representados por 0,005 centímetros. Esta deverá ser a espessura da placa de isopor ou de papelão, ou seja, neste caso se a maquete fosse feita com papel de seda colado um sobre o outro estaríamos perto da realidade.

Maquetes sempre trazem exageros verticais. Assim, o relevo do nosso estado ou do nosso país não é tão acidentado quanto às maquetes dão a entender. Compreendendo isto, você terá dado um grande passo no conhecimento do mundo através de instrumentos tão abstratos como mapas e maquetes.

 

 



Escrito por Professores de Humanas às 22h37
[] [envie esta mensagem
] []





Geografia Geral:

  • Eclipses;
  • Movimentos da Terra.


Escrito por Professores de Humanas às 18h17
[] [envie esta mensagem
] []





Atividades Práticas de História - 1º Bimestre

Professor: Roberto C. Franco

Série/Ano: 6º B

Tema: Contando História

Objetivo Geral: Integrar os alunos à disciplina, onde os mesmos exercerão o papel de historiador, ou seja, eles irão construir e contar a história de algum lugar ou de personagens a partir das fontes históricas que irão trazer.

 Cronograma: 22 a 26/03/2010

Conteúdo

Metodologia/Procedimento Didático

Recursos/Espaço

A História e sua importância

Os alunos serão divididos em quatro grupos. Cada grupo deverá trazer para a sala de aula imagens ou objetos considerados fontes históricas. Esses objetos e/ou imagens serão apresentadas pelos grupos à classe, onde os mesmos irão contar a história a partir das informações que tais imagens ou objetos possam fornecer.

·  Sala de aula ou sala de vídeo;

·  Data Show.

Série/Ano: 7º B

Tema: Jornal da História

Objetivo Geral: Integrar os alunos à disciplina, onde os mesmos deverão contar parte da história em forma de notícias, destacando os principais momentos do conteúdo pertinente a cada grupo.

 Cronograma: 22 a 26/03/2010

Conteúdo

Metodologia/Procedimento Didático

Recursos/Espaço

· As Cruzadas

· Renascimento das Cidades e o Declínio do Feudalismo

· Formação das Monarquias Nacionais: Monarquia Francesa Inglesa

· Monarquia Portuguesa e Espanhola

A sala será dividia em quatro grupos, sendo G1: As Cruzadas, G2: O Renascimento das Cidades e o Declínio do Feudalismo; G3: Monarquia Francesa e Inglesa; G4: Monarquia Portuguesa e Espanhola. Os alunos irão destacar alguns momentos marcantes sobre cada conteúdo e irão elaborar um vídeo noticiando os acontecimentos históricos, como se estivéssemos vivendo esse momento.

·  Sala de vídeo;

·  Data Show.

 



Escrito por Professores de Humanas às 23h15
[] [envie esta mensagem
] []





Atividades Práticas de Geografia - 1º Bimestre

Série/Ano: 6º A/B

Tema: Representando o Sistema Solar e Os Fusos Horários.

Objetivo Geral: A construção de uma maquete com o Sistema Solar permitirá aos alunos uma relação mais íntima com o conteúdo proporcionando sua melhor compreensão; Ao montar um painel com os diferentes fusos horários os alunos ficarão mais familiarizados com esse conteúdo.

 Cronograma: 22 a 26/03/2010

Conteúdo

Metodologia/Procedimento Didático

Recursos/Espaço

Superfície Terrestre;

Orientação e localização no espaço geográfico.

Os alunos serão divididos em dois grupos onde G1: Sistema Solar; G2: Fusos Horários, um dos grupos irá montar uma maquete com o Sistema Solar (Sol e seus planetas), esse mesmo grupo irá apresentar essa maquete à sala explicando de forma bem simplificada as características principais do sistema na qual estamos inseridos; o outro grupo irá montar um painel com sete fusos horários (SP e Manaus no Brasil, Londres na Inglaterra, Los Angeles nos EUA, Beirute no Líbano, Tóquio no Japão e Camberra na Austrália). Os grupos irão pesquisar os fusos dessas localidades e por que elas os possuem. Cada fuso será representado com um relógio que o grupo irá trazer. Os mesmo irão ficar durante todo o bimestre exposto no colégio.

·  Pátio ou vão central do primeiro andar.



Escrito por Professores de Humanas às 23h14
[] [envie esta mensagem
] []





Série/Ano: 7º A/B

Tema: Biomas brasileiros e o desenvolvimento sustentável

Objetivo Geral: Conhecer os biomas brasileiros e sua importância, identificar seus problemas e fornecer possíveis soluções para seu aproveitamento de forma racional.

 Cronograma: 22 a 26/03/2010

Conteúdo

Metodologia/Procedimento Didático

Recursos/Espaço

Biomas Brasileiros

Os alunos serão divididos em cinco grupos onde G1: Amazônia, G2: Cerrado, G3 Caatinga, G4 Pantanal e Campos e G5 Mata Atlântica. Cada grupo deverá montar um painel com tudo o que é pertinente ao bioma pesquisado (se possível trazer objetos produzidos com matéria – prima retiradas desse bioma). Os grupos irão apresentar seus painéis descrevendo as principais características dos biomas pesquisados, chamando atenção para a questão da interferência humana, bem como fornecendo possíveis formas de uma exploração sustentável.

·  Sala de aula e/ou sala de vídeo.



Escrito por Professores de Humanas às 23h13
[] [envie esta mensagem
] []





Série/Ano: 8º A

Tema: Mundo Desenvolvido e Mundo Subdesenvolvido

Objetivo Geral: Conhecer o mundo desenvolvido e a origem do subdesenvolvimento estabelecendo relações entre as ações das sociedades sobre o espaço natural e a luta entre dominantes e dominados.

 Cronograma: 22 a 26/03/2010

Conteúdo

Metodologia/Procedimento Didático

Recursos/Espaço

Mundo Desenvolvido e Mundo Subdesenvolvido

Os alunos serão divididos em dois grupos onde G1: Mundo Desenvolvido e G2: Mundo Subdesenvolvido. Os grupos irão apresentar um seminário sobre os temas pertinentes e no final farão um debate defendendo os interesses dos grupos envolvidos em seus respectivos temas.

·  Sala de aula e/ou sala de vídeo.



Escrito por Professores de Humanas às 23h13
[] [envie esta mensagem
] []





Série/Ano: 9º A

Tema: A questão separatista da Irlanda do Norte e o Reino Unido (Católicos Vs Protestantes).

Objetivo Geral: Conhecer os conflitos religiosos entre católicos e protestantes, seus objetivos e ideologia.

 Cronograma: 22 a 26/03/2010

Conteúdo

Metodologia/Procedimento Didático

Recursos/Espaço

Ilhas Britânicas

Os alunos serão divididos em três grupos, onde G1: Irlanda do Norte (católicos), G2: Reino Unido (protestantes) e G3: Tribunal Julgador. Os grupos G1 e G2 deverão apresentar argumentos favoráveis à ideologia que defendem, tentando convencer o tribunal que eles estão certos em suas reivindicações. Caberá ao tribunal julgador dar o veredito final, ou seja, a causa ganha a um dos grupos. Os grupos poderão vir caracterizados, bem como apresentar-se com nomes típicos das áreas na qual eles defendem.

·  Sala de aula e/ou sala de vídeo.



Escrito por Professores de Humanas às 23h12
[] [envie esta mensagem
] []





Série/Ano: 1º EM A

Tema: Fases da Lua, Eclipses e Estações do Ano.

Objetivo Geral: Através de maquetes tridimensionais os alunos entrarão em contato com esses conteúdos consolidando o processo de ensino/aprendizagem.

 Cronograma: 29/03 a 01/04/2010

Conteúdo

Metodologia/Procedimento Didático

Recursos/Espaço

Fases da Lua e Eclipses;

Movimento de Translação e as estações do ano.

Os alunos serão divididos em dois grupos onde G1: Fases da Lua e Eclipses e G2: Estações do Ano. Os grupos irão montar maquetes pertinentes ao conteúdo selecionado. Após a confecção das maquetes os alunos farão uma apresentação das mesmas explicando-as. A apresentação será feita à sala do 6º ano do ensino fundamental.

·  Sala de aula e/ou sala de vídeo.



Escrito por Professores de Humanas às 23h12
[] [envie esta mensagem
] []





Série/Ano: 2º EM A

Tema: Capitalismo Vs Socialismo.

Objetivo Geral: Conhecer as principais características do sistema produtivo capitalista e do sistema produtivo socialista.

 Cronograma: 29/03 a 01/04/2010

Conteúdo

Metodologia/Procedimento Didático

Recursos/Espaço

Guerra Fria: O Mundo Bipolar

Os alunos serão divididos em dois grupos onde G1: Capitalismo e G2: Socialismo. Os grupos irão apresentar argumentos favoráveis ao seu sistema produtivo (capitalismo e socialismo). A apresentação será para alguns alunos do 9º Ano (selecionados previamente) que ao final da apresentação apontará o grupo que melhor apresentou suas idéias.

·  Sala de aula e/ou sala de vídeo.

 

 



Escrito por Professores de Humanas às 23h12
[] [envie esta mensagem
] []





Série/Ano: 3º EM A

Tema: O uso de maquetes como recurso didático.

Objetivo Geral: Através de maquetes tridimensionais os alunos entrarão em contato com as feições da superfície terrestre, podendo identificar as formas de relevo e saber como ele chegou até a forma atual, consolidando o processo de ensino/aprendizagem.

 Cronograma: 29/03 a 01/04/2010

Conteúdo

Metodologia/Procedimento Didático

Recursos/Espaço

Cartografia

A sala será dividida em quatro grupos, onde os alunos irão construir mapas tridimensionais. G1: América do Sul, G2: América do Norte; G3: Brasil; G4: África. Após a construção os alunos farão uma apresentação dos mesmos descrevendo as formas de relevo, sua origem e quais agentes (internos e externos) influenciaram na configuração atual. A apresentação será para o 8º A do ensino fundamental. Esse material ficará na escola para ser utilizado como recurso didático nas aulas de geografia e afins.

·  Sala de aula.

 

 

 

 



Escrito por Professores de Humanas às 23h11
[] [envie esta mensagem
] []



 
  [ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]